by angel

"Tudo que me inspira e encanta! <3"

saldo 2012

the time ♥ has a wonderful way of showing us what really matters.

the time ♥ has a wonderful way of showing us what really matters.

O que eu poderia falar sobre 2012? Bem, foi um ano cheio de altos e baixos. Começou super bem; cresci profissionalmente e voltei a ter a minha própria casa ao lado da homem que amo. Mas por tabela adquiri preocupações e consequentemente tive que lidar com uma situação que continuarei lidando pro resto da minha vida, a falecimento do meu pai. Não é fácil entender que a saudade não é sinônimo de tristeza. Não é fácil entender que alguma coisas que eu achava tão importantes para mim agora não tem mais o mesmo peso que antes. Que a maneira que eu vivia era tão estúpida. Porque tem coisas e situações que só entendemos depois do choque? Depois da perda? Como meu pai dizia, há males que vem para o bem. E aqui estou eu aprendendo com a ausência dele.

A vida não para, o tempo se encarrega de curar feridas e mostrar o que realmente é mais importante para você. E espero que ela continue me mostrando o que importa, continue me ensinando a observar mais tudo a minha volta valorizando o que me faz bem. Que 2013 seja o ano onde colocarei em ação todas as metas adquiridas nesse último mês de reflexões e aprendizados. Que seja um ano bom e com muitas alegrias para mim e minha família. ♥

Sei que parece um tanto adiantado esse post, afinal de contas faltam 21 dias para o ano acabar, mas acho que no momento tudo que disse é o que ficou de 2012 e acho um tanto difícil acontecer algo mais. Mas se acontecer espero que venha com mais sabedoria e em forma de alegria. :)

por: angélica tavares
2 comentários
Em: 10 de dezembro de 2012
Tags: , , .

Talvez você goste também...

    • Ju comentou em: 10 de dezembro de 2012

      aaaaaf..me fez chorar com esse post… eu fico feliz em ver vc bem, mais madura, mais consciente das coisas…que 2013 seja um ano muito bom, amiga! bjos

      responder

    • Aninha comentou em: 10 de dezembro de 2012

      Lidar com a perda de algum entre muito querido da família não é nada fácil. Eu vi isso em minha mãe quando ela perdeu a mãe dela, minha avó. Eu sofri, mas ela sofreu muito mais e continuou guerreira, seguindo com a vida e lidando aos poucos com a perda. Curar 100% não cura, mas o tempo ameniza a dor até que se transforma naquela saudade, aquela nostalgia de fim de tarde.
      Que seu 2013 seja muito produtivo e cheio de alegrias! *-*

      Um beijo,
      Aninha

      responder