by angel

"Tudo que me inspira e encanta! <3"

Planejando meu casamento com pouco dinheiro? É possível?

AVISO IMPORTANTE! Posts gigante! Se você está noiva e gostaria de ler um pouco sobre a minha experiência com o planejamento do meu casamento, chuta a preguiça pra lá e se joga na leitura! Espero poder te ajudar como eu gostaria de ter sido ajudada antes mesmo de ter pensado em fazer uma festa de casamento.

Desde que decidimos nos casar eu escuto muito falarem, “Dá para casar com pouco dinheiro, vai com fé que você consegue manter seu orçamento pré-planejado”. E foi assim que a gente tentou seguir, mas no final vimos que isso era pura ilusão. Depois de toda a experiência que tivemos, não consigo concordar que dá para conseguir seguir um orçamento pré-planejado para uma festa de casamento. Sempre passa do limite preestabelecido, e não passa pouquinho não, passa um bocadão! No nosso caso nós planejamos um orçamento x que achávamos que seria suficiente e depois vimos esse orçamento quase dobrar. =S

Eu sempre brinco dizendo que o planejamento de um casamento é cheio de caixinhas de surpresas. Com o tempo você percebe que não é tão simples e que uma coisa leva a outra. Quer um bom exemplo? Na hora de fechar o meu buquê decidimos fechar as lapelas do noivo, padrinhos e pais dos noivos. Mas no final reparamos que se os padrinhos teriam as lapelas, as madrinha deveriam ter algum arranjo floral para compor, o que levou a gente fechar mini buquês para elas. Enfim, o que era só a encomenda do meu buquê, virou encomenda de outras coisinhas mais que acabam engordando o valor final. Sou daquelas que se é para fazer, então faça direito e vá até o fim. E isso não seria diferente logo no meu casamento, não é? Então por várias vezes nos encontramos em situações parecidas como essa do buquê que difícilmente a gente conseguia se desvencilhar. =/

Não vou dizer para você que é impossível fazer uma festa de casamento com pouco dinheiro. Se você for comparar o meu mini casamento para quase 60 convidados com um casamento luxuoso com mais de 200 convidados, podemos dizer sim, que casarei com pouco dinheiro. Depende muito do ponto de vista e do estilo escolhido para a sua festa. O que eu gostaria de explicar é que depois de tudo que passei, cheguei a conclusão que é quase impossível realizar uma festa de casamento com uma quantia de dinheiro muito pequena. Você pode até conseguir. Já vi vários casamentos onde a familia inteira se prontificou a cuidar de tudo. E o resultado final foi lindíssimo! E sinceramente? Morro de inveja! rss Mas já vi muitos noivos querendo economizar tustões contratando serviços de pessoas que não tinham experiência. Por exemplo: aquela doceira vizinha que faz doces maravilhosos para festinha da vizinhança, mas que nunca na vida fez mais de 100 doces para uma festa. Já parou para pensar que ela não está acostumada a fazer uma entrega tão grande? Já pensou como esses docinhos podem chegar na sua festa? E será que ela tem uma dimensão exata de quanto tempo levaria para fazer tantos doces? Só para você ter uma ideia, para o meu casamento com quase 60 convidados eu fechei quase 400 doces. Imagina para um casamento com mais de 200 convidados? O.o Como confiar em um “profissional” que não esta acostumado com uma encomenda tão grande? A chance disso não dar certo é enorme. Você tem certeza que vai querer colocar em risco um dia que será tão importante na sua vida? Ou então economizar na quantidade das proções do buffet. Eu já fui convidada de um casamento no qual economizaram nesse sentido. Sabe qual era o assunto do momento da festa? “Nossa, que coisa feia! Cadê os garçons servindo o buffet?” ou “Gente, que fome! Cadê a comida?”. Convenhamos, ser lembrados como os noivos mais pão-duros da história não é lá muito agradável, concorda?

Planejar um casamento sem os dois pés no chão é tiro nos dois pés! rs Se você pretende fazer uma festa de casamento saiba que os serviços relacionados a esse tipo de festa não são baratos e assustam. Os noivos precisam estar preparados financeiramente para suprir eventuais caixinhas de surpresa. Elas existem e podem fazer um pequeno buraco não no seu orçamento. E você noivinha que pode estar lendo esse post, não ache que você conseguirá fazer tudo sozinha para economizar tustãozinhos. É legal sim você meter a mão na massa e participar dos preparativos, mas não sonhe com uma festa de casamento na qual você confeccionará tudo sozinha. Eu por exemplo achei que conseguiria fazer a decoração do meu casamento sozinha até lembrar que ele foi marcado para as 12hs e que eu precisaria da manhã livre para me arrumar com calma. Também achei que poderia ir na cadeg comprar as flores para montar o meu buquê até lembrar novamente do horário do meu casamento e perceber que se eu montasse o buquê no dia anterior a chance dele acordar murcho seria bem grande. Enfim, não tente economizar com serviços que podem destruir o seu grande dia ok? Os profissionais estão aí para isso. E é a experiência deles que faz com que as coisas funcionem da maneira certa. Existem outras coisas que com certeza você pode economizar. La vai mais um bom exemplo: eu mesma estou crochetando as lembracinhas para os convidados. Economizei muito e o resultado final vai ser lindinho! Cada um levará um pouquinho daquele trabalho que fiz com muito carinho. :)

A verdade é que deve-se sonhar com moderação. rs Planejar seu casamento com sabedoria e não se afobar quando aparecer despesas que não foram planejadas antes. Economizar é ótimo, mas estragar um dia tão importante é triste demais. :( Organize-se bem, pense em todos os detalhes com carinho e cuidado.

Abaixo vou listar algumas dicas que para mim foram importantes desde que optamos em fazer a festa. Algumas delas eu não segui e no final acabei me dando mal, outras eu segui e me dei muito bem. Todas são baseadas na minha experiência desses 9 meses de planejamento. Meu casamento ainda não aconteceu, mas tudo que eu deveria planejar e serviços que eu deveria contratar já foram feitos. Então não custa nada compartilhar com vocês tudo que aprendi nesses meses todos. =)

– Antes mesmo de decidir se vão fazer uma festa de casamento, faça uma lista de possíveis fornecedores e serviços que vocês deverão contratar. Após isso solicite orçamento para mais de um fornecedor de cada tipo de serviço. Assim você terá uma dimensão de quanto custará seu casamento. A gente não fez isso, preestabelecemos um orçamento no “achismo” e no final vamos gastar quase o dobro do que queríamos. Com certeza isso teria pesado muito na nossa decisão e acho que a possibilidade de adiar a tão sonhada data teria sido grande.

– Após ter feito a primeira pesquisa de custo e enfim decidir pela festa de casamento, lembre-se que é essencial marcar a data do grande dia com uma boa antecedência para poder planejar tudo com calma. A maioria dos fornecedores trabalham com agendas apertadas. Principalmente aqueles BBB, “bonito bom e barato“. rss Esses são os mais procurados e precisam ser contactados com alguns meses de antecedência. Alguns profissionais da área de planejamento de casamentos dizem que o ideal é marcar a data do grande dia com 1 ano de antecedência, mas eu marquei a minha data com 10 meses e foi o suficiente para mim. Mas isso varia um pouco. Eu estou a frente dos preparativos quase que 24hs por dia durante esses meses todos, tenho tempo para isso. Mas se os noivos trabalham fora e tem pouco tempo, recomendo marcar com um pouco mais de antecedência. A não ser que queiram gastar mais contratando uma Assessoria Cerimonial Integral – falarei detalhadamente sobre esse serviço já já ainda nesse post -, o que sinceramente acho que não é o caso, já que estamos falando sobre enxugar despesas.

– Existe alguns serviços que são essenciais e indico a contratação. Um deles é a Assessoria Cerimonial. Casamento em geral é planejado uma vez na vida – tem quem case mais de uma vez na vida, mas no geral a gente acha que será só uma vez né? -. Ninguém nasce manjando todos os paranauês de festas de casamentos, ninguém nasce com essa experiência toda. Por isso acho muito importante você contratar um profissional dessa área. Hoje em dia esses profissionais trabalham com planos personalizados. Você pode estar contratando para ter Assessoria apenas no dia do casamento – em geral, quando faltam 15 dias para a data esse profissional entra em ação – ou contratando para que seja assessorado integralmente, desde o início até o grande dia. Eu contratei apenas para o dia, mas como ela é a minha decoradora também estamos sempre em contato. O que ajudou muito, pois ela sempre me manda dicas e já me indicou muitos fornecedores bons. Isso foi super importante para fazer tudo dar certo. =)

– Se você decidir por uma Assessoria apenas para o dia como eu, tenha em mãos um check-list de tudo que precisará resolver durante esses meses todos de planejamento. O blog Casando com Amor disponibiliza uma listinha dessa pronta para Donwload que me ajudou muitíssimo! ;)

– Após escolher a data do grande dia e antes mesmo de fechar o local da cerimônia e os serviços da festa você precisa saber a quantidade de convidados e qual será o formato da sua festa. Tudo isso faz diferença nos orçamentos que pedirá para os fornecedores e serviços, pois em geral cada serviço é calculado a partir da quantidade de convidados.

– Alguns serviços são insubstituíveis. Nunca pense em contratar um serviço de uma pessoa que não tenha alguma experiência. Pesquise muito e se preocupe em procurar sempre opiniões sobre aquele fornecedor que você gostou antes de fechar com ele. Se possível tente fechar com fornecedores bem recomendados e procure conhecer esse profissional pessoalmente. Nunca feche um serviço as escuras e exija a formalidade da assinatura de um contrato. Contrato não é garantia de entrega de um bom serviço, mas é um amparo que você tem para caso esse fornecedor tente te passar a perna.

– E por último, essa é uma dica bastante pessoal. Tradições existem, mas se você não curte uma tradição especifica, não precisa ter ela no seu casamento. Corte sem dó e siga o seu coração. As vezes a gente acaba gastando dinheiro com um negócio que não faz o mínimo sentido pra gente. Hoje em dia não existe mais regras a serem seguidas em casamentos. Abuse bastante da sua criatividade e faça tudo com muito amor e carinho. No final tudo sempre dará certo e pode ter certeza que nenhum convidado vai reparar que aquela tradição boba não tinha na sua festa. O casamento é dos noivos e tem que ter a cara deles. :)

Eu sei que o post ficou gigante, mas acho que valeu apena escreve-lo e compartilhar um pouco do que aprendi. Lembrando que esse post foi escrito baseado na minha experiência. Não sou profissional, mas aprendi e conheci o suficiente para formar uma opinião mais concreta sobre o assunto. Espero poder ajudar um pouco algumas noivinhas que sempre visitam o BA. Desculpe o post enorme, mas não consegui escrever menos. E dividir o assunto em mais de um post poderia perder um pouco o sentido.

Ah! Se você já foi ou ainda é noivinha e quiser compartilhar alguma experiência, comente aqui no post! Vou adorar trocar ideias e conhecer suas experiências. =D

por: angélica tavares
9 comentários
Em: 27 de junho de 2014
Tags: , , , , .

    • Amanda comentou em: 30 de novembro de 2015

      Amei as sugestões. Eu escrevi algumas dicas para planejamento de casamento aqui: http://enfimnoivei.tumblr.com/post/134264859979/10-truques-para-planejar-o-casamento

      responder

    • Jess comentou em: 24 de outubro de 2014

      que legal Angel.
      Achei um post ótimo e muito esclarecedor.

      responder

      Angélica Tavares respondeu: respondeu:

      Que bom Jess! Obrigada!!!

      responder

    • Talita Korb comentou em: 8 de julho de 2014

      Oi Angélica! Já estou a tempos querendo comentar esse post, li quando você postou mas só agora pude vir e comentar.

      Primeiramente, adorei! O meu casamento vai ser com um orçamento beeeem apertado (bem mesmo!) porém, na internet dá pra achar muitas dicas boas de economia em tudo quanto é coisa! Tem umas dicas de decoração que saem super baratas, e não fica aquela coisa “de pobre” não! Eu vou ser dessas que vai utilizar muuuuito DIY, ainda mais que falta um pouco menos de 1 ano e meio pra casar, então tenho tempo de fazer várias coisas. E a parte boa também é que não teremos muitos convidados, será cerca de 75 (não é nem proposital. Nossas famílias não são tão grandes, e queremos pessoas queridas e próximas, somente).

      Acho muito válido também colocar na planilha de orçamento, exatamente TUDO, inclusive os detalhes pra saber de forma mais clara o quanto vai ser gasto. Por exemplo, se as mesas da recepção forem redondas. Como vai ser o centro da mesa? Vai ser com que tipo de flor, com que detalhes? As flores ficarão num recipiente de vidro, madeira, ou que material? E quanto vai custar cada um desses itens? É detalhar tudo MESMO no orçamento, pra ter um valor mais exato do quanto será gasto. E também é sempre válido pesquisar demaaais, e mandar vir muita coisa da internet que sai muito mais barato!

      Enfim, mais uma vez, adorei! <3

      Beijão!

      responder

      Angélica Tavares respondeu: respondeu:

      Ah! Que bom que gostou do post Talita! :D
      O importante é você pensar em cada detalhe mesmo. Até mesmo o horário da cerimônia/festa pode influenciar no seu orçamento final. Como disse no post, o meu casamento ficou marcado para as 12hs (meio dia). Isso ajudou a economisar um pouco no buffet, mas atrapalhou quando precisei fechar a entrega de alguns fornecedores. Se eu tivesse marcado para o final do dia, com certeza eu estaria fazendo a decoração toda sozinha, não precisaria da ajuda de um profissional de decoração. Mas enfim. São coisas que a gente não consegue de início perceber que podem atrapalhar. rss É assim mesmo, afinal qual graça teria o planejamento de um casamento se não fosse as caixinha de surpresa?
      Boa sorte na organização do seu casório! Se precisar de qualquer dica ou ajuda é só falar! E não deixa do compartilhar com a gente o processo de todo o planejamento! Inspirações são sempre bem vindas! :D

      Beijinhos!

      responder

    • Angélica Anicésio comentou em: 6 de julho de 2014

      Oie, Angel.
      Nossa, eu juro que toda vez que leio seus posts, me dá uma saudade enorme de quando eu era noivaaaa! Isso porque só tem 7 meses que casei! rsrs *-*
      Dá sim para fazer um casamento legal com pouco dinheiro, só que é preciso pesquisar muuuito, muito mesmo! E claro, saber avaliar onde se pode investir mais ou investir menos.
      Tem muita coisa que eu mesma fiz para poupar gosto e já outras coisas, decidi que podia investir um pouquinho mais.
      Adorei o seu post, com certeza vai ajudar outras noivinhas!!
      Beijos

      responder

      Angélica Tavares respondeu: respondeu:

      Eu fico me perguntando como será após o meu casamento, se vou ficar com essa saudades louca. rss Pq é tudo tão gostoso de planejar, você pensa em cada detalhe com tanto carinho… todo esse planejamento acaba fazendo parte da sua vida né? Vamos ver como vai ser após a festar. rss
      Eu também estou metendo a mão na massa pra fazer algumas coisas Angélica, acaba que isso dá uma boa ajuda no orçamento. Casar com pouco dinheiro é uma tarefa bem complicada, precisa ter persistência e muita paciência. E mesmo assim não dá para fazer milagres.

      Beijokas!! =**

      responder

    • Pam Machado comentou em: 27 de junho de 2014

      Ah, achei tudo muuuito válido! Um dia o meu dia chega e eu vou usar esse seu post para me dar alguns conselhos lá na frente, tenho certeza!

      responder

      Angélica Tavares respondeu: respondeu:

      Ah! Que bom que gostou Pam! Acho legal compratir expeirências, ainda mais relacionado a casamento. Tem muita coisa bacana sobre esse assunto na internet, mas poucos depoimentos de como realmente as coisas funcionam…

      Beijokas!

      responder