by angel

"Espalhando maravilhosidades por aí! <3"

Diário de gravidez #1: Como foram as primeiras 16 semanas

Diário de gravidez #1: Como foram as primeiras 16 semanas.

Demorei um pouco mais vim contar para vocês como foi o início da minha gravidez. Como nunca escrevi esse tipo de post, não sabia muito como começar. Mas fiquei alguns dias tentando pensar em um formato mais bacana. Pensei em escrever por tópicos. A maioria das blogueiras gavidinhas que eu sigo gostam de escrever livremente sobre seus relatos ou gravar vídeos (ainda não tenho muita desenvoltura para vídeos rs). Eu até tentei escrever livremente, mas enquanto eu digitava o post, ia descobrindo que havia esquecido de falar algumas coisas e que naquele momento ficaria complicado adiciona-las no meio do caminho. :(

Ainda não sei qual será a a frequência dos posts para o Diário de Gravidez aqui no blog, mas acho que escreverei conforme for aparecendo novidades para contar sem me prender a semanas, meses ou trimestres. Dessa vez estou vindo falar do meu primeiro trimestre + o 4° mês de gestação completo, pois amanhã começa o primeiro dia da 17° semana de gestação. :)

Bom, chega de falatório e vamos ao que interessa. ;) Como disse no post anterior, descobri que estava grávida depois de um belo resfriado que meu deixou fora de combate por alguns dias. Eu até cheguei a suspeitar que eu estava grávida um pouco antes do resfriado chegar, mas não dei muita importância pois não era um mês muito propício a um positivo. #sabedenadainocente rs Tanto que não tinha contado a ninguém sobre a minha suspeita.

Assim que melhorei do resfriado e que o meu ciclo atrasou, corri para fazer logo um teste de farmácia. E claro, deu positivo! Contei ao marido que ficou em choque e no mesmo dia confirmei o resultado fazendo o exame de sangue. :D

A partir daí começou tudo, os sintomas, os medos, os sustos… Foram semanas complicadas, mas que valeu apena cada segundo que vivi e vivo. É uma experiência única que só quem está ou já esteve grávida vai entender o que estou dizendo.

O primeiro trimestre

Senti tudo que uma grávida geralmente sente. rss Tive muito enjoo, fiquei esfomeada e sonolenta ao extremo. Tive um pouco de azia que se intensificou mais a partir da 10° semana e junto veio o chato do refluxo. Fora as dores de cabeça que se intensificaram mais para o 3° mês. Meu obstetra me receitou alguns remédios para ajudar com esses sintomas, mas confesso que só tomo quando não dá mais para aguentar. Só o de enjoo que não consegui protelar, se tem uma coisa que me deixa fora de combate é o enjoo. E eu precisava conseguir comer, coisa que o enjoo dificulta bastante. Sorte que ele me receitou um que não dava sono, pois mais sono não era o que eu precisava naquele momento. rs

Além desses sintomas comuns, também senti algumas dores que segundo o meu obstetra tinham a ver com o crescimento do útero e a movimentação de tudo para dar espaço para o bebê crescer. No início eu ficava bem assustada, ligava para o médico toda vez que sentia algo estranho e ele sempre solidário me acalmava e dizia que era super normal.

Tive também o meu humor meio alterado. Qualquer coisinha chorava (na verdade ainda estou assim rs), poderia ser por uma resposta torta ou até mesmo ao assistir uma cena ou comercial onde atores estavam chorando. rss Eu já sou sensível por natureza, imagina com com os hormônios a flor da pele?

Mas falando de uma parte chata e delicada, infelizmente no primeiro trimestre tive alguns pequenos sangramentos, o que me deixou um pouco apreensiva. Em todos fui correndo para a Perinatal (Hospital Maternidade que tem atendimento de emergência para gestantes) e os exames sempre mostravam que estava tudo bem comigo e com o bebê. Na última semana do primeiro trimestre, em mais um desses atendimentos de emergência (estava quase no final do trimestre já) descobri que estava com a placenta baixa que levou ao motivo dos sangramentos. Me senti aliviada e preocupada ao mesmo tempo. Aliviada pois finalmente sabia o que estava acontecendo e que essa situação não estava afetando o meu bebê. Preocupada, pois não sabia ao certo do que se tratava e como seria dali por diante. Liguei para o meu obstetra e mais uma vez ele me tranquilizou e recomendou repouso até a placenta subir. De acordo com ele, como foi diagnosticado no início da gestação, conforme o útero for aumentando de tamanho, a placenta acompanharia a movimentação e subiria. :)

Início do segundo trimestre

E então, por um passe de mágica os enjoos diminuíram quase que 90%. Aquele sono e a fome absurdas que eu sentia no primeiro trimestre ficaram bem mais brandos. Todo mundo diz que o segundo trimestre é a fase mais calma da gestação. E por enquanto eu tenho que concordar com isso. A única coisa que posso dizer que tem me incomodado muito é a azia que piorou com a virada do trimestre. Fui aos poucos descobrindo formas de contornar. Passei a jantar mais cedo para não ir dormir de estômago cheio, estou evitando consumir frutas cítricas e também estou evitando pães ou qualquer alimento que leve farinha.

Os sangramentos que eu tive no trimestre anterior não apareceram mais até então. Estou na torcida para que na próxima ultra (é semana que vem já!!!) mostre que a placenta já subiu. Não aguento mais ficar trancada em casa. Estou doida para sair e começar as comprinhas do enxoval do bebê. ❤

Ah! Não descobrimos ainda se é menino ou menina. Mas na próxima ultra estarei na 18° semana e poderemos tentar a sorte! *———*

Alimentação; aumento de peso x perda de roupas

Como disse, eu sentia muita fome no primeiro trimestre. Confesso que isso me irritada bastante. O tempo todo o estômago roncava pedindo algum lanchinho. Dizem que o ideal é que a grávida não fique mais de 4 horas sem comer. Mas o meu corpo pedia comida de 2 em 2 horas. Por isso tenho preferido manter minha fruteira sempre cheia aqui em casa. Toda vez que bate aquela fome fora de hora como alguma frutinha. Mas por outro lado, as refeições principais eu tenho deixado um pouco a desejar. Como tenho ficado em casa sozinha e não posso ficar muito tempo na cozinha preparando as minhas refeições, não tenho conseguido me alimentar tão bem como eu queria. E ainda tem a repulsa por alimentos que antes eu conseguia comer de boa e agora não mais. Como por exemplo: frango. Gente! Não sei o motivo, só sei que tem dias que não rola comer frango. Só o cheio já embrulha o meu estômago. =S Tenho comido mais carne vermelha ou peixe. De qualquer forma, para suprir qualquer falta de vitamina por causa da alimentação torta, meu obstetra receitou um complexo de vitaminas para tomar uma vez ao dia. Quanto a desejos, não tenho tido muitos. As vezes vejo alguém comendo algo na tv e me dá aquela vontade de comer também. Os últimos desejos só foram gordices, tipo coxinha, batata frita, chocolate… rs Reparei que os meus desejos nada mais são do que invejinha da comida alheia. hahahahaha

Quanto ao peso, acho que está ok. Engordei um tico mais que 2 quilos até agora. Segundo o meu médico estou dentro do normal. Ainda consigo vestir muita roupa que eu já tinha no guarda roupa, porém já tive que fazer algumas comprinhas. Assim que descobri que estava grávida percebia que algumas roupas estavam apertadas no quadril. Hoje, falando de calças e shorts, só me sobrou uma legging e um short jeans que me servem com tranquilidade ainda, porém não entro mais em todas as calças jeans que eu usava antes. Meus pijamas não consigo usar a maioria pois o elástico das calças e shorts me apertam na barriga e as blusinhas estão apertadas na barriga. A primeira compra de peça nova foi um sutiã, e já estou precisando comprar o segundo pois o primeiro está ficando apertado. O.o Quanto a casacos e blusinhas, perdi poucas peças. A maioria me serve ainda, o que não serve só está apertado no braço e claro, as blusinhas mais justinhas e sem elasticidade, na barriga já não me servem mais. Teve também a história da calça jeans para gestante que a minha mãe inventou de querer me dar de presente no primeiro trimestre. Quando fui buscar semana retrasada, pois precisou fazer a bainha, já não passava mais das coxas. xD E eu avisei a minha mãe na época que não era hora de comprar roupa nova. Fica a dica para você que está grávida ou pretende ficar. Não compre calças jeans ou roupas que não tenham elasticidade no primeiro trimestre. Espere, pois senão vai perder logo. ;)

Entre outras coisas mais…

Uma das partes mais gostosas da gravidez é ver a barriga crescer. Tem quem diga que a minha está crescendo bem rápido. Mas só fui notar de verdade um aumento considerável agora no 4° mês, mais ou menos entre a 14° e 15° semana de gestação. Ela já está ficando mais redondinha, e a cada semana que passa ela cresce mais. Tenho postado fotos quase todas as semanas no meu instagram, me segue lá! @byangel Quanto a sentir o bebê se mexer, ainda não posso dar certeza se já senti ou não. As vezes sinto umas borbulhinhas, mas nunca consigo ter certeza se é o bebê ou se são gazes. hahahaha #vergonha Segundo o que já li, na primeira gestação muitas mulheres só começam a sentir o bebê mexer lá para a 20° semana por ser uma sensação totalmente desconhecida. Ansiosa para sentir de verdade meu bebezinho se mexer. ❤

Como disse no início do post, amanhã eu estarei entrando na 17° semana, ou seja 5° mês de gestação. Algumas coisas nesses últimos dias tem se intensificado ou mudado. Uma delas é que tenho sentido muita sede e muito calor (tudo bem que o tempo aqui no RJ meio quente). Nunca fui de beber litros de água, mas ultimamente as duas garrafas de água da geladeira não estão dando conta do recado. E com o calor que tenho sentido esses dias, água natural não desce de jeito nenhum. Resta apelar para os gelinhos, mas esses também estão acabando rápido. rs

Outra coisa que não mencionei ainda é que estou batendo o record, são os resfriados. Ficar doente com frequência não faz parte da minha rotina normal, mas desde que descobri que estava grávida até agora tive uns 4 resfriados. Esse último fim de semana passei dois dias me sentindo uó! Fora que toda vez ataca crise de rinite junto. Bom, dizem que é normal a grávida ficar com a imunidade meio destrambelhada, e acredito que seja esse o motivo de tanto resfriado assim. Espero que o complexo de vitaminas que estou tomando agora comece a me ajudar nesse sentido, pois é muito ruim ficar doente e não poder tomar remédio algum para aliviar os sintomas mais chatos do resfriado. A única coisa que o obstetra liberou foi paracetamol para dor de cabeça e para uma possível febre, que graças a Deus não tive em nenhuma das vezes que fiquei doente. :)

Ah! Para as curiosas (ou curiosos), o nascimento está previsto para Dezembro, em meio as festas de final de ano. #medesejemsorte rs

Bom, acho que falei até demais. rs Se você leu até aqui meus parabéns e meu muito obrigada! :D

Depois digam-me o que acharam do post. Se tiverem dúvidas ou quiserem sugerir assuntos para futuros posts relacionados a gravidez, fiquem a vontade e façam pelos comentários desse post ok?

Um super beijo para todos e até o próximo post!

Pode ser que os próximos posts falem mais sobre a gravidez do que qualquer outro assunto, peço desculpas desde já para as leitoras ou leitores que não se identificam tanto com o assunto. Espero que entendam, já que no momento meu mundo está girando ao redor do meu bebezinho. Mas prometo que vou me esforçar ao máximo para diversificar o conteúdo dos posts, ok?

por: angélica tavares
8 comentários
Em: 21 de julho de 2015
Tags: , , , , , .

Talvez você goste também...

    Não existe posts relacionados...

Talvez você goste também...

    Não existe posts relacionados...

Talvez você goste também...

    Não existe posts relacionados...

Porque renovar faz bem!

Desde que comecei a sentir falta de blogar, a vontade de mudar um pouco a carinha do blog foi surgindo. Mas acabei decidindo voltar a escrever por aqui antes de idealizar um layout novo. Mas como uma boa menina detalhista que sou, ao me deparar com um blog por aí usando a mesma ilustração floral que eu tanto amava aqui do blog, resolvi voltar atrás. Imediatamente comecei a pesquisa por novos materiais e inspirações para a nova carinha do blog.

Deixando claro que a ilustração que eu usava e estou usando agora não foram criadas com exclusividade para o by angel, foram compradas por mim em um banco de imagens. Por isso, está a disposição de quem quiser pagar pelo uso delas. Era um “risco” que eu sabia que estava correndo o tempo todo. :(

Porém, após a decisão, eu não queria levar dias recriando um layout novo e desenvolvendo o tema todo do zero. Até porque não estou podendo ficar horas a fio na frente do pc ainda. Então resolvi apenas criar uma identidade visual com uma nova font e trocar a ilustração mantendo a mesma temática floral aquarelada que eu tanto gosto. E claro, aproveitei o meu tema maravilhindo super responsivo desenvolvido por mim há alguns meses atrás. :)

Tive que adaptar algumas coisas e aproveitei para melhorar algumas coisas no tema. Nada demais, mania de perfeccionista mesmo. rss

Espero que vocês tenham gostado tanto do resultado final como eu. ^^ Logo logo volto com novos posts por aqui, me aguardem! :D

Beijinhos em todos e até o próximo post!

por: angélica tavares
6 comentários
Em: 19 de julho de 2015
Tags: , , , .

O motivo do meu sumiço, o que eu tenho feito e uma novidade linda!

Quem é vivo sempre aparece, não é mesmo? rs

Sendo bem objetiva e sincera, o motivo do meu sumiço foi uma mistura de falta de tempo + preguiça + castigo (logo vocês entenderão rs). Sei que no início do ano prometi que ia regularizar as postagens aqui no blog, mas não saiu como eu planejei. Foi um início de ano bem movimentado. 80% do tempo que passava na frente do monitor era consumido pelos freelas, o restante do tempo reservei para satisfazer a preguiça e o cansaço³³³³. Enfim, sou culpada, podem me julgar ok? Mas peguem leve no julgamento… rss

Nesse tempo que fiquei sem dar as caras por aqui coisas legais aconteceram, uma delas foi a renovação do amor pelo crochet (tipo renovação de votos sabe? rss). Depois do casamento que eu tive que corchetar até os dedos caírem rss, eu acabei passando uns meses sem tocar nas agulhas e linhas como forma de descanso mesmo. Mas um belo dia a vontade tomou forma de novo quando minha irmã mais nova casou (ai que orgulhinho!) e montou sua casinha nova. Ela precisava de um tapete para ficar em frente a bancada da sua cozinha com quase 2 metros de comprimento e me perguntou se eu não corchetaria um pra ela. Lógico que me animei! Compramos os rolos de barbante e passei mais ou menos duas semanas crochetando. Quase fiquei sem dedos novamente! kkkk Crochetar com barbante não é fácil não viu? Mas te digo, valeu super apena! Ela amou e eu fiquei tão feliz de ter terminado um crochê tão trabalhoso e longo. E claro por ter dado esse presente pra ela.

Pena que esqueci de tirar foto dele prontinho. Nhé! =/

Pena que esqueci de tirar foto dele prontinho. Nhé! =/

Depois desse primeiro projeto resolvi aventurar-me mais. Saí em busca alguns tutoriais e receitas no Pinterst para crochetar Amigurumis (são aqueles bonequinhos fofos de crochet, sabe?). E não é que é fácil fazer?! Fiquei tão feliz de conseguir fazer que nasceu um coelhinho e um gatinho muito lindicos! Fazem bastante sucesso aqui em casa toda vez que as visitas chegam. Ah! Teve também as touquinhas Newborn (aquelas para recém nascidos). Minha irmã mais velha trabalha com fotografia familiar e começou a fazer seções fotográficas para recém nascidos. Resolvi tentar ajudar montando um enxovalzinho para o trabalho dela. Ajudei fazendo duas touquinhas. Ficaram tão fofas que me deu vontade de fazer pra gente grande! hehehehe Também aprendi a crochetar sem agulha, apenas com aos dedos. Delicioso crochetar com os dedos, e é super rápido! Nessa técnica de crochetar com os dedos fiz duas mantas para os ensaios Newborn da mana fotógrafa. Ela ficou super feliz! :D E ainda teve os Amigurumis plantinhas. Crochetei um cactus alfineteiro para mim e um vasinho de suculentas com cogumelos para a casa nova da mana caçula. Fora outras coisinhas que fui fazendo também como um cestinho em barbante no formato de gatinho (hoje em dia guardo restinhos de lãs que vão sobrando no final de cada novelo), um descansa copo que é o bumbum de um gatinho com o furicó dele. rss E teve também uns corações que ficaram espalhados pelo meu escritório.

Crochetices de cada dia! ❤

Crochetices de cada dia! ❤

Crocgetei um pouco mais de um mês quase sem parar, até pegar uma gripe daquelas que derruba elefante e por tabela ter uma grande descoberta! rs Alguns de vocês já deve saber, pois comuniquei lá no meu instagram. Em Abril veio o tão sonhado positivo! Estou grávidíssima! Foi uma surpresa grande, pois apesar de passarmos alguns meses tentando, achei que Abril não viria o positivo ainda, já que foi um mês meio doentinho e super corrido. Mas é sempre assim, quando a gente menos espera, acontece! :D

Só que com a gravidez, veio os efeitos colaterais. rss Os enjôos, a fome absurda e o sono descontrolado. Mas teve outra chatices, a partir da 6° semana eu tive alguns probleminhas que me fizeram ficar de repouso e me afastou do computador (os detalhes conto em um outro post ok?), mas que graças a Deus não estão afetando meu bebezinho! (como ele cresce gente! Amor crescendo também junto com ele! ❤) Já o crochet parou por causa dos enjôos. Toda vez que pegava a agulha e linha me sentia mal e tinha que largar. Precisei dá uma pausa nos freelas também para repousar, além disso as poucas vezes que vim para o computador, ficava enjoada também. =/

Bebezinho a caminho, produtinhos que estou usando e barriguinha de 12 semanas. ❤

Bebezinho a caminho, produtinhos que estou usando e barriguinha de 12 semanas. ❤

Agora, depois de muitos dias de repouso (na verdade ainda preciso continuar) e a passagem do primeiro trimestre da gravidez (estou na 13° semana!), senti que os enjôos amenizaram bastante. Então aos poucos estou retomando a rotina de trabalhos, crochetices e do blog também. Mas ainda preciso pegar leve, pois como passei muito tempo mais deitada do que sentada ou em pé, tenho sentido um desconfortozinho na barriga e uma dorzinha na região do cóccix quando fico muito tempo sentada. :( Dia 8 de Julho tenho mais uma consulta pré-natal. Vamos ver quais serão as novas recomendações. Enquanto isso não posso garantir muitos posts, mas não pretendo manter vocês desatualizados não. Podem ficar tranquilos!

Agradeço de coração a todos que mesmo com o meu sumiço não deixaram de seguir o blog. Peço também desculpa pelo sumiço repentino. Foi mais forte do que eu. =/

Beijinhos em todos e até o próximo post!

por: angélica tavares
15 comentários
Em: 6 de julho de 2015
Tags: , , , , .
Página 1 de 7012345... 70»